Quarta-feira, 30 de Maio de 2007
Hino à Criança

Tens espadas e espingardas

Que disparas sem matar,

Tens aviões e granadas

Que lanças sempre a brincar.

Tens navios , tens canhões;

Feliz batalha naval;

Tens máscaras que só pões

Quando chega o carnaval.

Sofres por cada mendigo,

Tens amor ao semelhante;

Dos animais és amigo,

Da natureza és amante.

Criança de alma sã,

De olhar meigo e profundo,

És o homem de amanhã

esperança de um novo mundo.



publicado por bobone1 às 15:40
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Doentes Para a Cama

Pobre João! Queira ou não queira,

Fica de cama a semana inteira

Com cem remédios à cabeceira,

Para curar-se da papeira.

Chá e descanço para o José.

- Que soudades do campo!

Ai, com este sarampo,

Fico tão frouxo e mole...não é?

- Oh, que malvada coqueluche!-

diz a Alice.- Não paro de tossir.

Felizmente, para me divertir,

Deram-me um urso de peluche.

 

Vendo-se ao espelho, diz a Gabriela:

-Estou vermelha e era amarela!

Estou tão feia e era tão bela!

- Maldita seja a varicela.

 



publicado por bobone1 às 15:28
link do post | comentar | favorito
|

O Pato Marreco

Certa manhã

Foi engolido pelo Pato Marreco

O meu boneco

Que dizia:

-Papá... Mamã...

Que arrelia!

Era tão pequenino o meu boneco

Que foi engolido pelo Pato Marreco...

E no dia

seguinte, de manhã,

o mafarrico

Pato Marreco

Mal abria

O bico

Dizia:

-Papá.... Mamã...

Porque tinha no buxo o meu boneco.



publicado por bobone1 às 15:20
link do post | comentar | favorito
|

A Teia

Já pus o avental novo.

Minha mãe está a chegar!

E já varri toda a casa.

Minha mãe está a chegar!

E já lavei o sobrado.

Minha mãe está a chegar!

 

E já limpei o pó.

Minha mãe está a chegar!

 

E já matei uma aranha.

Minha mãe está a chegar!

 

E o brilho da sua teia

Deixou-me aqui a sonhar...

Quando a minha mãe chegar

encontra-me logo á porta.

Ao sol, a fiar a teia

De uma aranha que foi morta.

                                         

                                     Matilde Rosa Araújo

                              em " O cantar da Tila "

 



publicado por bobone1 às 14:56
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 12 de Maio de 2007
OBRIGADO - MÃE

-Pela vida que nos destes

-Pelas noites que não dormiste

quando estivemos doentes

-Pelo trabalho de todos os dias!

-Pela comida que nos fazes!

-Pela roupa que nos vestes.

-Pela nossa linda casinha,

que arranjas com tanto carinho!

-Pela tua paciência

para as nossas pequenas maldades.

-Pelo teu colo, pelos teus beijos.

-Pelo teu amor sem fim

a meu pai e a mim!



publicado por bobone1 às 15:39
link do post | comentar | favorito
|

PAI

Preciso dos teus carinhos

E amparo dia a dia,

De mim mereces beijinhos,

Muito amor e alegria.

É tão bom ver-te sorrir

Para esqueceres o cansaço!

Abraçar-te muito e ouvir

As palavras calorosas dos teus abraços.



publicado por bobone1 às 15:33
link do post | comentar | favorito
|

A VIDA

A vida pode ser florida

Se os homens, seguindp a estrada,

Fizerem da sua vida

Um canto de madrugada.

Só vence quem se convence

E sempre souber dizer:

"A TERRA TAMBÉM PERTENCE

AQUELES QUE AINDA ESTÃO POR NASCER"



publicado por bobone1 às 15:18
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim
.Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Auto da Barca do Inferno ...

. Hoje

. Leitura

. O Medo do Anjo

. Medo

. Solidão

. Rotineiro

. Poema

. Poema

. Trilogia da Erança

.arquivos

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.links
.pesquisar
 
blogs SAPO
.subscrever feeds